Todos os horários
A&EXTRAS

Homem que caçava cervos ilegalmente é preso e condenado a assistir a 12 sessões de “Bambi”

Depois de caçar ilegalmente centenas de cervos pelas florestas do Missouri, nos EUA, David Berry Jr. foi preso, condenado a pagar multa e terá de cumprir uma pena inusitada: assistir ao clássico Bambi, da Walt Disney, pelo menos uma vez por mês, pelo período de um ano. 

David foi responsável por um dos maiores casos de caça ilegal de cervos na história do estado, segundo agentes de polícia dos EUA. 

Ele costumava a abater os animais só para retirar a cabeça e usá-la como troféu. O corpo ficava apodrecendo na floresta. 

O caçador foi condenado junto com o pai, dois irmãos e outro homem que ajudava na matança. Eles foram obrigados a pagar fiança de 51 mil dólares (cerca de R$ 200 mil) em multas e despesas judiciais. 

A pena de assistir a Bambi veio como um bônus à sentença e começa a valer no dia 23 de dezembro.  Além disso, ele vai ter de  cumprir pena de 120 dias por porte de armas de fogo. 

A investigação para encontrar os caçadores ilegais demorou cerca de nove meses. Além do Missouri, os homens atuavam também no Kansas, Nebraska e até no Canadá. 


Três irmãs que escaparam de um culto polígamo contam sua experiências. FILHAS DA POLIGAMIA - Quinta, 16h15


Fonte: G1 | Foto: Lawrence County Sheriff via AP