Todos os horários
A&EXTRAS

Cristiano Ronaldo pode ser preso por estupro

 O advogado de uma mulher que acusa Cristiano Ronaldo de estupro disse esta semana que o jogador de futebol - um dos melhores do mundo - poderá ser preso caso a suspeita se confirme. 

O estupro teria acontecido em junho de 2009, em um hotel em Las Vegas, nos EUA. 

A vítima, Kathryn Mayorga, hoje com 34 anos, trabalhava como modelo e professora na época. Segundo seu advogado, Leslie Stovall, depois do suposto estupro sua cliente teria considerado suicídio, desenvolvido alcoolismo e sofrido estresse pós-traumático.

O estupro teria acontecido no Palms Hotel and Casino. Mayorga conta que Ronaldo a puxou para dentro do quarto e a sodomizou. Como resultado, a mulher teve “graves danos físicos e emocionais”. 

O advogado conta que Mayorga tem dificuldade de aprendizado e precisou trabalhar duro para conseguir concluir os estudos. Ela é jornalista, formada pela Universidade de Nevada, em Las Vegas. 

Segundo Stovall, sua cliente busca apenas justiça. 

Ronaldo nega. “Essas acusações não são verdadeiras. Estupro é um crime abominável e vai contra tudo o que eu acredito. Eu quero que meu nome se mantenha limpo, e não vou colaborar com esse espetáculo midiático criado por pessoas que querem se promover às minhas custas. Minha consciência está tranquila. Vou esperar tranquilamente os resultados das investigações”. 

A polícia do estado de Nevada disse que Mayorga não apontou Ronaldo como suspeito na época do ocorrido, quase 10 anos atrás. O caso deve ser reaberto e uma nova investigação deverá ser conduzida. 


Imagine passar dois meses dentro de uma cadeia nos EUA, como prisioneiro disfarçado. 60 DIAS INFILTRADOS NA PRISÃO - Sexta, a partir das 20h


Fonte: USA Today | Imagem: Laszlo Szirtesi / Shutterstock.com